quinta-feira, 13 de março de 2014

Copa do Brasil: Flamengo perde, mas garante 2° jogo

Flamengo e Atlético foi um jogo equilibrado. O empate seria o resultado mais justo.
Realizando sua estréia na Copa do Brasil, o Flamengo foi até a cidade de Floriano e perdeu na noite desta quarta-feira (12), por 1 a 0, para o Atlético Goianiense, em partida disputada no Estádio Tibério Nunes. Ao que pese a derrota, o prejuízo não foi maior porque o jogo de volta foi mantido e a renda desta noite ficou, integralmente, para o time piauiense.

Foi um jogo equilibrado, onde o empate poderia ter sido o resultado mais justo. No primeiro tempo, por exemplo, os melhores lances foram uma finalização de Tuta, com o goelro Márcio praticando a defesa, e o forte chute do meia Fábio Lima desviado para escanteio pelo goleiro Robson.

Na fase complementar o panorama não se modificou muito e tantos Flamengo quanto Atlético tiveram oportunidade para abrir o placar. Mas só o time goiano conseguiu faze-lo. Eram decorridos 34 minutos quando a bola chegou a Jorginho, dentro da área piauiense, e, mesmo em condições de marcar, ele preferiu servir a Júnior Viçosa, que marcou o único gol da noite no Tiberão.

Como o Atlético não conseguiu evitar o segundo jogo, as duas equipes voltarão a se enfrentar no dia 09 de abril, a partir das 20h30, no Estádio Serra Dourada, oportunidade em que o Flamengo terá que vencer por dois gols de diferença para garantir a classificação, enquanto o time goiano precisará apenas do empate.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO 0x1 ATLÉTICO GOIANIENSE (Copa do Brasil - 1ª Fase - Grupo 7 - 1° jogo); Data: 12/03/2014 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Tibério Nunes (em Floriano); Arbitragem: Paulo Sérgio Santos Moreira, auxiliado por Antonio Fernando de Sousa Santos e Geison Mendes dos Santos (todos do Maranhão).

Gol: Júnior Viçosa 34 do 2° tempo. 

Cartão amarelo: Renan Foguinho (ATL).

Flamengo - Robson; Sandro, Laércio, Ítalo (Márcio) e Fred; Alex (Célio), Jarbas, Misso e Marcinho (Isael William); Joniel e Tuta. Técnico: Daniel Frasson.

Atlético-GO - Márcio; Pedro Bambu, Artur, Lino e Thiago Feltri (Victor); Renan Foguinho (Matheus), Léo, Eusébio, Fábio Lima (Alex) e Jorginho; Júnior Viçosa. Técnico: Marcelo Martelotte.

Um comentário:

  1. Já que garantiram a cota da CBF, quanto foi o público e a renda?

    ResponderExcluir