sábado, 29 de abril de 2017

Piauí precisa de mais um ponto para não ser rebaixado

Mesmo classificado para as semifinais do segundo turno, o Piauí ainda corre risco de ser rebaixado para a 2ª Divisão do Campeonato Piauiense de 2018. Embora esteja com 11 pontos na classificação geral da competição, 1 ponto à frente de Picos, é fato concreto que o time da capital ver ser declarado perdedor no processo do jogo com o River, e pelo placar de 3 a 0. É o caminho natural da Justiça Desportiva. A menos que aconteça algo imaginável.

Em assim sendo, o Piauí fica atrás de Picos, com 10 pontos, 3 vitorias e saldo -11, ao passo que Picos soma 10 pontos, 3 vitórias, e saldo -9. Com esses números, o Piauí está rebaixado para a 2ª Divisão. Qual a saída para o time azul e vermelho? Veremos a seguir:

Empatar o vencer o jogo semifinal, diante do River. Com, pelo menos, mais um ponto, o Piauí fica à frente da Sociedade Esportiva de Picos. Todavia, a diretoria do Piauí e sua comissão técnica precisam atentar para o seguinte detalhe.

Empate no tempo normal e vitória do River na prorrogação - o River vence o jogo e ganha 3 pontos.
Empate no tempo e na prorrogação - o resultado final é empate, com o Piauí ganhando o ponto que precisa para fugir do rebaixamento.
Empate no tempo normal e vitória do Piauí na prorrogação - o Piauí ganha 3 pontos.

CLASSIFICAÇÃO GERAL ATUALIZADA

1° Altos, 25 pontos, 7 vitórias, 7 gols de saldo e 19 gols marcados.
2° River, 24 pontos, 6 vitórias, 9 gols de saldo e 20 gols marcados.
3° Parnahyba, 22 pontos, 6 vitórias, 4 gols de saldo e 18 gols marcados.
4° 4 de Julho, 16 pontos, 4 vitórias, 1 gol de saldo e 17 gols marcados.
5° Flamengo, 15 pontos, 4 vitórias, saldo -2 e 15 gols marcados.
6° Piauí, 11 pontos, 3 vitórias, saldo -8 e 12 gols marcados.
7° Picos, 10 pontos, 3 vitórias, saldo -9 e 12 gols marcados.
 
COMO DEVERÁ FICAR APÓS O JULGAMENTO
 
1° River, 26 pontos, 7 vitórias, 12 gols de saldo e 22 gols marcado. 
2° Altos, 25 pontos, 7 vitórias, 7 gols de saldo e 19 gols marcados.
3° Parnahyba, 22 pontos, 6 vitórias, 4 gols de saldo e 18 gols marcados.
4° 4 de Julho, 16 pontos, 4 vitórias, 1 gol de saldo e 17 gols marcados.
5° Flamengo, 15 pontos, 4 vitórias, saldo -2 e 15 gols marcados.
6° Picos, 10 pontos, 3 vitórias, saldo -9 e 12 gols marcados.
7° Piauí, 10 pontos, 3 vitórias, saldo -11 e 11 gols marcados.
 
 

Empates classificam 4 de Julho e Piauí para as semifinais

Com os dois empates verificados na tarde deste sábado, nos jogos Piauí x 4 de Julho (0 a 0) e Flamengo x Parnahyba ( 1 a 1), foram definidos os dois últimos classificados para as semifinais da Taça Cidade de Teresina (2° turno do Campeonato Piauiense). Com 9 pontos , o 4 de Julho terminou em 3° lugar; e o Piauí, com 8, fecha o G4. O Flamengo estava classificado até tomar o gol de empate, perdendo a vaga nas semifinais com o gol parnaibano.

Mesmo perdendo o julgamento do TJD, por 3 a 0, o Piauí não mudará sua condição de classificado para as semifinais. O problema agora é livrar-se do rebaixamento e isso só será possível com, pelo menos, um empate no jogo semifinal, diante do River. A outra semifinal será Altos x 4 de Julho.

FICHAS TÉCNICAS

PIAUÍ 0x0 4 DE JULHO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Fase Classificatória - 7ª rodada); Data: 29/04/2017 (sábado à tarde); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina - PI); Arbitragem: Leonardo Marques Fortes, auxiliado por Rogério de Oliveira Braga e Mauro Cezar Evangelista de Sousa.

Cartões amarelos: Ricardo Oliveira, Lucas Borges, Gustavo (PIA) e Wilsinho (4J)

Expulsão: Victor Salvador, aos 31 do 2°.

Piauí - Lucas Conceição; Sorín, Marcelo, Lucas Borges e Cinelton; Gustavo (Caíque), Breno (Ramon), Victor Salvador e Dudu; Ricardo Oliveira (Gleydison) e Nil. Técnico: Fabiano Aragão Macau.

4 de Julho - Neto; Wilsinho, Paulo Maranhão, Hugo e Diguinho; Célio (Binha), Regis Pitbul (Charles Paraíba), Maycon e Juninho Pindaré; Pedra Preta (Celio Mata Boi) e Ted Love. Técnico: Pedro de Siqueira Manta.


FLAMENGO 1x1 PARNAHYBA (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Fase Classificatória - 7ª rodada); Data: 29/04/2017 (sábado à tarde); Local: Estádio Albertão (Teresina - PI); Arbitragem: Antônio Santos Nunes, auxiliado por João Thiago Carvalho Reis e Alisson Lima Damasceno.

Gols: Capela (falta) 11 do 1° tempo; Dênis 48 do 2°.

Cartões amarelos: Leo Maceió (FLA), Doda Maranhense (PAR).

Flamengo - Evandrízio; Barata, Sadan, Alessandro e Tiaguinho; Rafinha, Paulinho Cearense (Joninha), Leo Maceió (Gabriel) e Capela; Eduardo e Fabinho. Técnico: Nivaldo de Oliveira Lancuna.

Parnahyba - Alex; Thiago Granja, Gilmar Bahia, Renan e Siderval; Ramón, Tininho, Marcos Gasolina (Dunga, depois Dênis) e Doda Maranhense; Yerién e Fabiano (Pio). Técnico: Fernando Tonet.

FFP e clubes homenageiam vítimas de acidente de trabalho

Fonte: Assessoria da FFP
 
Neste sábado (29) serão disputados dois jogos da sétima e última rodada do returno do Campeonato Piauiense. Piauí, 4 de Julho, Flamengo e Parnahyba entram em campo para definir quais equipes irão avançar para as semifinais da competição, junto com River e Altos, já classificados.
 
Porém, antes do apito inicial, os clubes irão respeitar “um minuto de silêncio” em homenagem às vítimas de acidentes de trabalho. A medida, que faz parte da Campanha Abril Verde, visa atender a um pedido do Ministério Público do Trabalho (MPT) em parceria com a CBF e vem ocorrendo em todos os jogos de futebol disputados em território nacional desde a última quarta-feira (26). A homenagem também aconteceu no duelo entre Altos e River, realizado hoje (28).
 
Desde o início deste mês, os sete clubes que disputam a Série A do Campeonato Piauiense têm entrado em campo com faixas alusivas à Campanha Abril Verde. O objetivo é conscientizar a população sobre a importância de medidas preventivas como a melhor maneira de evitar doenças e promover a segurança no ambiente de trabalho. 
 
ENTENDA A CAMPANHA
 
O Abril Verde é um movimento de iniciativa popular com participação espontânea que chama a atenção da sociedade brasileira para a adoção de uma cultura permanente de prevenção de acidentes do trabalho e doenças ocupacionais. O Movimento luta para marcar o mês de abril com a cor da segurança no calendário nacional.
 
A escolha do mês de abril ocorreu devido ao dia 28 de abril ser Dia Mundial em Memória às Vítimas de Acidentes de Trabalho. Nesta data, no ano de 1969, ocorreu uma explosão na mina da cidade de Farmington, estado da Virgínia, nos Estados Unidos, matando 78 trabalhadores.
 
No Brasil, a Lei nº 11.121, que criou o Dia Nacional em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, foi promulgada em maio de 2005. A ação faz parte das atividades da Coordenadoria Nacional de Defesa do Meio Ambiente de Trabalho (Codemat).

 

sexta-feira, 28 de abril de 2017

de virada, River vence Altos e lidera o segundo turno

Com todos os gols marcados no segundo tempo, o River venceu Altos na noite desta sexta-feira (28), de virada, no Estádio Lindolfo Monteiro, por 2 a 1, e reassumiu a liderança da Taça Cidade de Teresina (2° turno do Campeonato Piauiense). Viola marcou mais uma vez e vai se distanciando na artilharia da competição.
 
Mas foi Joelson, o goleador do Jacaré, quem abriu a contagem, aproveitando uma saída do goleiro Leandro, que se atrapalhou na hora de aliviar o perigo. O empate veio através de uma penalidade máxima, cometida pelo goleiro Rodrigo Carvalho, que foi expulso após receber a segunda advertência com crtão amarelo. Dida entrou e foi para o gol.
 
A vitória do Galo efetivou-se no final da partida, com um chute certeiro de Cleber Lucas. Muita confusão depois do jogo, com os altoenses acusando a arbitragem de ter favorecido o River. Com 14 pontos ganhos, o River ainda espera ganhar mais dois pontos no TJD, proveniente do jogo em que o Piauí ficou sem número legal de atletas para prosseguir na partida.

FICHA TÉCNICA

ALTOS 1x2 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais - 2° Turno - Taça Cidade de Teresina - Fase Classificatória - 7ª rodada); Data; 28/04/2017 (sexta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Francisco Nurisman Machado Gaspar e Thyago Costa Leitão.

Gols: Joelson 4, Viola (pênalti) 34 e Cléber Lucas 45 do 2° tempo.

Expulsão: Rodrigo Carvalho, aos 33 do 2°, por cometer o pênalti (segunda advertência).

River - Leandro Silva; Amorim, Oscar Brizuela, Gabriel e Wesley; Amarildo, Juninho Paraíba(Sharles), Humberto e André Luiz (Cléber Lucas);  Viola e Rodrigo Tiuí (Negueba). Técnico: Eduardo Pedro Hungaro.

Altos - Rodrigo Carvalho; Chiquinho, Diego Bispo, Marcelo e Tiaguinho; Marconi, Dos Santos, Tavares e Vágner (Esquerdinha); Manoel (Felipe) e Joelson( Dida). Técnico: Paulo Ricardo Kobayashi (Paulinho Kobayashi).
 

Federação define datas das semifinais da returno

O Departamento de Competições da Federação de Futebol do Piauí (FFP) definiu nesta sexta-feira (28) as datas das semifinais e da final da Taça Cidade de Teresina, o returno do Campeonato Piauiense. Os jogos das semifinais serão realizados nos dias 6 e 7 de maio. Já o campeão do returno será conhecido no dia 10 de maio. Os horários e locais de realização das partidas serão divulgados na próxima semana.
 
- Precisamos saber como vai ficar a classificação e quem serão os semifinalistas. Já estão definidos dois, que são River e Altos. Os outros dois, em tese, serão conhecidos nos jogos de amanhã (29). Porém, na próxima terça-feira (2) ainda vai haver o julgamento do Piauí naquele caso do jogo com o River. Então, só depois desse resultado é que vamos saber quem vai passar de fase e como vai ficar a classificação, para aí definirmos local e horário dos jogos – explica Robert Brown, diretor de competições da FFP.
 
O Departamento também definiu a data das finais do estadual. O campeão piauiense de 2017 será conhecido em dois jogos, que serão realizados nos dias 14 e 17 de maio. Vale lembrar que, de acordo com o regulamento da competição, o segundo jogo da final terá como mandante a equipe de melhor índice técnico em toda a competição.