sábado, 11 de janeiro de 2020

River: Eduardo recebe troféu pelo segundo ano seguido

Eduardo recebe o Troféu Rui Lima do jornalista Severino Filho (Foto - Djalma Lemos)
Antes do amistoso diante do Sampaio Correa, disputado na tarde deste sábado (11), no Estádio Albertão, o atacante Eduardo, do River, recebeu o Troféu Rui Lima referente ao ano passado. O jornalista Severino Filho fez a entrega da honraria, que Eduardo recebe pela segunda vez, façanha que poucos atletas conseguiram.

Eduardo Ribeiro dos Santos estabeleceu várias marcas que reafirmam a sua histórica passagem pelo futebol do Piauí como atleta do River Atlético Clube. Um a um, foram estes os principais motivos para que Eduardo fosse o ganhador do Troféu Rui Lima 2019.

- Campeão invicto do Piauiense 2019, uma vez que não participou do único jogo em que o River foi derrotado – 4 de Julho 1x0 River.

- Riverino campeão e artilheiro do mesmo certame pela segunda vez (2015 e 2019). O último atleta do River a conquistar a façanha havia sido há 41 anos, quando Sima também foi campeão e artilheiro pela segunda vez (1977 e 1978).

- Com 38 anos e 8 meses, tornou-se o mais velho artilheiro de um Campeonato Piauiense, superando Ademir Patrício, do 4 de Julho, que foi goleador máximo do certame, em 1993, com a idade de 38 anos e 3 meses.

- Com os 8 gols marcados no campeonato, entrou para o ranking dos 10 maiores artilheiros do River em todos os tempos, em jogos oficiais. Ele agora ocupa a 10ª colocação, ao lado de Carlito, que jogou na década de 1950, ambos com 35 gols.

- Por fim, em todos os meios de comunicação que deram cobertura ao campeonato, o jogador mereceu destacada referência pela sua atuação no Piauiense 2019.

Eduardo é o terceiro jogador a ser premiado com o Troféu Rui Lima em duas ocasiões. Anteriormente, já haviam ganho por duas vezes os atletas Guará (1988/4 de Julho e 1996/River) e Brinquedo (1995/Caiçara e 1997/Picos).

OS VENCEDORES DO TROFÉU RUI LIMA

1986 - Luiz Eduardo (River)
1987 - Zuega (Flamengo)
1988 - Guará (4 de Julho)
1989 - Carlão (Paysandu)
1990 - Malta (4 de Julho) e Zé Augusto (Tiradentes)
1991 - Walberto (Cori-Sabbá)
1992 - Batistinha (4 de Julho)
1993 - Ademir Patrício (4 de Julho)
1994 - Serginho (Picos)
1995 - Brinquedo (Caiçara)
1996 - Guará (River)
1997 - Brinquedo (Picos)
1998 - Ieiê (Picos)
1999 - Clayton (River)
2000 - Gerônimo (4 de Julho)
2001 - Jorge Luiz (River)
2002 - Esquerdinha (River)
2003 - Sílvio (Flamengo) e Maradona (River)
2004 - Paulinho (Oeiras)
2005 - Antônio Carlos (Piauí)
2006 - Daniel Sobralense (Parnahyba)
2007 - Osvaldo (River)
2008 - Erivan (Barras)
2009 - França (4 de Julho)
2010 - Zé Rodrigues (Comercial)
2011 - Isac (Parnahyba)
2012 - Fabinho (Parnahyba)
2013 - Robson (Flamengo)
2014 - Esquerdinha (River)
2015 - Naylson (River)
2016 - Amarildo (River)
2017 - Esquerdinha (Altos)
2018 – Eduardo (River)
2019 – Eduardo (River)


segunda-feira, 6 de janeiro de 2020

Elói: morre um grande ídolo do futebol parnaibano

Antes de um jogo pelo Piauiense de 1995, Elóoi posa  entre os irmãos Maurício Pokémon e Alexandre Soares (Foto - Cícero Rocha).
Depois de vários dias internado no Hospital Dirceu Arcoverde, na cidade de Parnaíba (338km a norte de Teresina), faleceu na manhã desta segunda-feira (06), vítima de complicações provocadas por um Acidente Vascular Cerebral, o ex-atleta profissional Elói, que durante muitos anos jogou na equipe principal do Parnahyba Sport Club.

Elói já havia sofrido um infarto, mas seu quadro de saúde foi agravado em dezembro, vítima de dois AVCs. Internado na UTI do Hospital Dirceu Arcoverde, não resistiu a novos problemas cardíacos, queda da pressão arterial e o comprometimento das funções renais, vindo a óbito nesta manhã.

Antônio José Elói, 54 anos (Parnaíba-PI, 24/11/1965), era bastante conhecido do torcedor piauiense. No time principal do Parnahyba, fez sua estreia aos 19 anos, no Campeonato Piauiense de 1984. Versátil, jogava em todas as posições do ataque e por muitas vezes foi utilizado também como lateral esquerdo. 

Integrou o time campeão do Torneio Governador Alberto Silva, em 1988, a maior conquista do Parnahyba durante a sua passagem pelo Tubarão. Na história do clube mais antigo do futebol piauiense, figura entre os atletas que mais vestiram sua camisa em jogos oficiais, tendo atuado entre 1984 e 1996.

No início da sua carreira, concedendo entrevista ao repórter Gláucio Rezende.

PARNAHYBA DIVULGA NOTA DE PESAR

A Diretoria Executiva e o Conselho Deliberativo do Parnahyba Sport Club, neste momento de dor, se solidariza com familiares e amigos pelo falecimento do Sr. Antônio José Eloi, ocorrido na data de hoje (06.01.2020). 

Neste momento de dor, nos solidarizamos com seus familiares ratificando nosso voto de pesar pela grande perda e agradecimentos a dedicação e torcida voltada ao clube, no qual foi ex-jogador e atualmente fazia parte do quadro de conselheiros do Tubarão. 

Deixe aqui sua mensagem de força! 

Parnahyba Sport Club 
Departamento de Futebol Profissional.


segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Eduardo marca dois e Timon está na Série A 2020

Num jogo de cinco gols, Timon, finalmente, conseguiu o acesso para a divisão principal do futebol piauiense. Na noite desta segunda-feira (21), no Lindolfo Monteiro, venceu o Cori-Sabbá por 3 a 2 e vai decidir o título da Série B contra a Sociedade Esportiva de Picos.

O time do Cori-Sabbá, porém, foi quem marcou primeiro, com o artilheiro-presidente Anderson Kamar abrindo a contagem nos primeiros minutos, aproveitando uma defesa parcial de Jailson. Pouco depois o empate: Leandro, de cabeça, após cabeçada de Edurdo.

No final do primeiro tempo, dois gols do artilheiro Eduardo, virando o jogo para 3 a 1. Este o resultado do primeiro tempo. Na fase final, Kamar voltou a marcar, cobrando pênalti, mas o resultado final ficou mesmo em 3 a 2.

Picos e Timon são os dois novos integrantes da Série A do Piauiense para 2020 e decidirão o título da Segundona em duas partidas, com Timon, por ter melhor índice técnico, jogando por dois resultados iguais.

FICHA TÉCNICA

TIMON 3x2 CORI-SABBÁ (Campeonato Piauiense de Futebol da 2ª Divisão de Profissionais – Fase Semifinal – 2° jogo); Data: 21/10/2019 (segunda-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina – PI); Arbitragem: Diego da Silva Castro, auxiliado por Mauro Cezar Evangelista de Sousa e Alisson Lima Damasceno.

Renda: R$ 3.240,00 com 261 pagantes (204 não pagantes).

Público total: 465 torcedores.

Gols: Anderson Kamar 2, Leandro (cabeça) 17, Eduardo 41 e Eduardo 43 do 1º tempo; Anderson Kamar (pênalti) 9 do 2°.

Cartões amarelos: Ericles, Índio, João Pedro, Walysson (TIM), Lobo, Kary e Jader (CORI).

Expulsão: Kary, aos 33 do 2°, por ofensas morais ao assistente 1 (vermelho direto).

Timon – Jaílson; Walysson, Índio, Leandro e Jorge; Amorim, Ericles (Dudu), Netinho e Bismarck; Eduardo (Erinaldo Júnior) e João Pedro (Breno). Técnico: Marcos Antônio dos Santos (Marcão).

Cori-Sabbá – Andrey; Jader, Leão (Yan), Rafael Araújo e Lobo; Zé Maranhão, Kary (Luiz Henrique), Osvaldo (Jandro) e Marielson; Anderson Kamar e Roger. Técnico: Valdomiro Ferreira da Costa.


sexta-feira, 18 de outubro de 2019

Raphael marca, SEP vence e volta à elite do Piauiense

Com ótima presença de público nas dependências do Estádio Helvídio Nunes, a Sociedade Esportiva de Picos garantiu o acesso para a Série A do Campeonato Piauiense ao vencer o Oeirense, na noite deste sábado, por 3 a 1, garantindo também sua presença na decisão do título.

A SEP abriu a contagem na primeira volta do ponteiro, quando seu artilheiro, Raphael Freitas, completou para as redes um passe de Hugo Freitas. O gol deu tranquilidade para o Zangão. A situação melhorou quando o árbitro Antônio Dib expulsou Kaio por cometer falta em situação de iminente perigo de gol contra sua equipe. 

Dib chegou a marcar pênalti, mas depois voltou atrás, constatando que a falta foi fora da área. No segundo tempo, André Victor ampliou com um chute de fora da área, mas Paulinho Mossoró reduziu em seguida, cobrando pênalti.

O gol que selou a classificação veio em nova penalidade máxima, mas desta vez em favor da SEP. Bola na mão de Anderson Alagoano, após chute de Raphael Freitas. O próprio Raphael cobrou e ampliou para 3 a 1, dando números finais ao placar e assinalando seu quarto gol no campeonato.

Finalista da Série B, a SEP já está classificada para a primeira divisão do Campeonato Piauiense de 2020. E espera pelo desfecho da outra semifinal, entre Timon x Cori-Sabbá, para conhecer seu adversário na grande decisão.

FICHA TÉCNICA

PICOS 3x1 OEIRENSE (Campeonato Piauiense de Futebol da 2ª Divisão de Profissionais – Fase Semifinal – 2° jogo); Data: 18/10/2019 (sexta-feira à noite); Local: Estádio Helvídio Nunes (Picos – PI); Arbitragem: Antônio Dib Moraes de Sousa, auxiliado por Márcio Iglesias Araújo Silva e Janystony Rabelo de Melo.

Gols: Raphael Freitas 1 do 1° tempo; André Victor 10, Paulinho Mossoró (pênalti) 13 e Raphael Freitas (pênalti) 33 do 2°.

Cartões amarelos: Gilmar Bahia, Learth, João Paulo (SEP), Anderson Alagoano, Mondragon e Caio Cezar (OEI).

Expulsão: Kaio, aos 27 do 1°, por falta sobre o adversário em jogada de iminente perigo de gol (vermelho direto).

Picos - Camilo; André Victor, Gilmar Bahia, Paulo Júnior e Laerth; Victor Recife, Idevam (Dagoberto) e Aurélio; Hugo Freitas (Edinaldo), Raphael Freitas (Lucas) e João Paulo. Técnico: Adelmo Soares de Brito.

Oeirense - Mondragon; Tote, Eduardo (Brandão), Anderson Alagoano (Ismael) e Pitoco (Jaime); Kaio, João Paulo, Sony e Paulinho Mossoró; Rhuann e Caio Cezar.  Técnico: Cicero Monteiro Leite.


sábado, 12 de outubro de 2019

Oeirense vence e agora está a um empate do acesso

Com um gol de Paulinho Mossoró logo nos primeiros minutos, o Oeirense larga na frente no confronto semifinal diante da Sociedade Esportiva de Picos, em jogo disputado na tarde deste sábado (12), no Estádio Gerson Campos, em Oeiras.

O caçula do futebol piauiense vai precisar de um simples empate no segundo jogo, sexta-feira próxima, em Picos. O único gol do jogo foi assinalado após um bate-rebate na área picoense, que Paulinho Mossoró aproveitou para empurrar a bola para o gol vazio.

Já nos acréscimos, o time da casa perdeu o meia Filipinho, expulso após ser advertido com o segundo cartão amarelo. Outro desfalque para o próximo jogo pode ser o atacante Caio Cesar, que deixou o gramado contundido com uma forte pancada na cabeça.

FICHA TÉCNICA

OEIRENSE 1x0 PICOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 2ª Divisão de Profissionais – Fase Semifinal – 1° jogo); Data: 12/10/2019 (sábado à tarde); Local: Estádio Gerson Campos (Oeiras – PI); Arbitragem: Diego da Silva Castro, auxiliado por Janystony Rabelo de Melo e André da Silva Andrade.

Renda: R$ 8.530,00 com 717 pagantes (108 não pagantes).

Público total: 825 torcedores.

Gol: Paulinho Mossoró 3 do 1° tempo.

Cartões amarelos: Rhuann, Filipinho, Anderson Alagoano (OEI), Lucas e Victor Recife (SEP).

Expulsão: Filipinho, aos 58 do 2°, por jogo brusco (segundo amarelo).

Oeirense – Mondragon; Tote, Eduardod, Anderson Alagoano e Pitoco; Juliano (Kaio Vinicius), João Paulo, Sony Anderson (Brandão) e Paulinho Mossoró; Rhuann e Caio Cesar (Filipinho). Técnico: Cicero Monteiro Leite.

Picos – Camilo; Lucas, Victor Recife, Paulo Júnior e Laerth; Edinaldo, Idelvan, André Victor (Jefferson) e Aurélio; Raphael Freitas e João Paulo (Hugo Freitas). Técnico: Adelmo Soares de Brito.