domingo, 19 de julho de 2020

Luto: crônica esportiva perde o repórter Aluízio de Castro

Aluízio de Castro: infarto fulminante na manhã deste domingo (Foto - Everardo Torres)
A manhã deste domingo (19) veio com uma notícia triste para a comunicação e o esporte piauienses: vítima de infarto, faleceu na cidade de Batalha, onde residia há vários anos, o repórter Aluízio de Castro, que dedicou a maior parte de sua vida profissional ao noticiário esportivo. 

Como repórter da Rádio Pioneira, entregando prêmio de melhor em campo paa Aníbal, então atleta do Auto Esporte (Foto - Acervo Severino Filho)
Aluízio de Castro Pereira, nascido em Esperantina, estava com 74 anos de idade (12/09/1945) e continuava atuante, participando diariamente do programa Cidade Verde Esporte, comandado pelo irmão Dídimo de Castro. Durante cerca de 50 anos, ambos fizeram parte da equipe de esportes da Rádio Pioneira. Foi lá que Aluízio tornou-se o primeiro repórter do Piauí a conseguir uma mensagem de Pelé para o povo piauiense, por ocasião de um jogo do Rei do  Futebol em Fortaleza.

Na solenidade de entrega do título de Comendador ao comentarista Carlos Said, a partir da esquerda: Gomes de Oliveira (Galego), Aluízio de Castro, Severino Filho, Carlos Said e o presidente do Piauí, Jaime Alencar (Foto - Acervo Severino Filho).
Por muitos anos, produziu e apresentou os programas Viva o Esporte e Alô Torcida Piauiense. Além do rádio, atuou na imprensa escrita e assinou as colunas Reflexos e Definições (jornal O Dia) e Futebol (Jornal O Estado). No auge do futebol piauiense, foi correspondente do jornal O Globo, do Rio de Janeiro.

Aluízio era o filho mais novo do casal Francisco das Chagas de Sampaio Pereira e Maria Zuleide de Castro. Além de Dídimo de Castro, Aluízio deixa outros dois membros da família na imprensa piauiense – o primo Everardo Torres e o sobrinho Eduardo Frota. A Federação de Futebol do Piauí publicou nota oficial lamentando o infausto acontecimento.

Coluna de Aluízio de Castro em página esportiva do jornal O Dia, na década de 1960.
FFP / NOTA DE PESAR

Com profundo pesar, lamentamos o falecimento do comunicador Aluízio de Castro. Ele tinha 74 anos e faleceu na manhã deste domingo (19), na cidade de Batalha. Aluízio era irmão do jornalista Dídimo de Castro e tio do locutor oficial da FFP, Everardo Torres.

Aluízio de Castro era um apaixonado por futebol e pelo rádio. Começou no rádio na segunda metade do anos 60, na Pioneira. Nos anos 70 e 80, época de ouro do futebol piauiense, fez parte da equipe Titulares do Esporte no Rádio, ao lado de Carlos Said, Dídimo de Castro, Pedro Mendes Ribeiro, Valdir Araújo, Tomaz Teixeira, Carlos Dias e Gomes de Oliveira (Galego), com quem fez a dobradinha sendo repórter de pista.

Nos últimos tempos, já aposentado como repórter, ele fazia participações, por telefone, do programa Cidade Verde Esportes. Desde a década de 80, morava na cidade de Batalha. O presidente da Federação de Futebol do Piauí, Robert Brown Carcará e os clubes filiados à entidade transmitem sentimentos de pesar aos familiares e amigos do comunicador.


quarta-feira, 11 de março de 2020

SEP vence o River e volta a liderar Piauiense 2020

Com um gol no início do segundo tempo, diante do reduzido público que compareceu na noite desta quarta-feira (11) ao Estádio Lindolfo Monteiro, em Teresina, a Sociedade Esportiva de Picos derrotou o River e reassumiu a liderança da primeira fase do Campeonato Piauiense, ao mesmo tempo em que o River se afasta cada vez mais da zona de classificação.

Na jogada que deu origem ao único gol do jogo, houve falha no sistema defensivo tricolor, do que se aproveitou o meia Rômulo para empurrar a bola para as redes do campeão piauiense.

Oportuno salientar a excelente exibição do goleiro Andrey, autor de defesas sensacionais, principalmente nos minutos finais da partida, garantindo a invencibilidade de sua cidadela. Com 20 pontos ganhos, a SEP volta a ocupar a liderança do Campeonato Piauiense em sua primeira fase, com Altos voltando à vice-liderança. 

FICHA TÉCNICA

RIVER 0x1 PICOS (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais – 1ª fase – Jogo adiado da 8ª rodada); Data: 11/03/2020 (quarta-feira à noite); Local: Estádio Lindolfo Monteiro (Teresina – PI); Arbitragem: Antônio Francisco Cordeiro de Paula, auxiliado por André da Silva Andrade e Wanderson dos Santos Lima.

Renda: R$ 2.860,00 com 146 pagantes (200 não pagantes).

Público total: 346 torcedores.

Gols: Rômulo 2 do 2° tempo.

Cartões amarelos: João Paulo, Carlos Henrique, Emerson, Lucas Brasil, Biro Biro (RIV), Walter,Idevan, João Paulo e Esdras (SEP).

Expulsão: Emerson, aos 50 do 2°, por entrada temerária (segundo amarelo).

River – Mondragon; Carlos Henrique (Desailly), Cris (Alex Augusto), Wagner Silva e Biro Biro; João Paulo, Érico Júnior, Emerson e Bismarck; Lucas Brasil e Jean Natal (Eduardo). Técnico: José Roberto da Silva.

Picos – Andrey; Walter, Lucão (Fagner), Marcondi e Adriano; Esdras, Idevan (João Paulo), Rômulo e Pedro Henrique; Raphael Freitas (Alan) e Hugo Freitas. Técnico: Adelmo Soares de Brito.



Flamengo vence Altos e quebra invencibilidade do líder

Pouca gente imaginava, mas o Flamengo tirou forças de onde nem o mais otimista de seus torcedores esperava e venceu o Altos na tarde desta quarta-feira (11), de virada, por 2 a 1, quebrando a invencibilidade do líder do campeonato e mantendo suas remotas possibilidades de classificação.

No quesito gols, o jogo teve dois tempos distintos. Na primeira fase, o campeão piauiense marcou através de Tiaguinho, abrindo a contagem no Ytacoatiara, utilizado mais uma vez para  poupar o gramado do Felipão. Na fase fnal, contudo, foi o Flamengo quem encontrou o caminho do gol. E por duas vezes, através de  Caio Acaraú e William, este num belo lance em que deixou o goleiro Rodrigo Ramos no chão, antes de colocar no gol vazio.

Apesar da derrota, Altos continua liderando a primeira fase do Piauiense 2020, com 18 pontos ganhos, mas perdeu uma grande oportunidade de colocar mais três pontos de vantagem para Picos, o vice-líder, que mais tarde terá confronto diante do River. O Flamengo, com este resultado, se distancia da zona de rebaixamento e mantem esperança de vaga no G2.

FICHA TÉCNICA

ALTOS 1x2 FLAMENGO (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais – 1ª fase – 9ª rodada); Data: 11/03/2020 (quarta-feira à tarde); Local: Estádio Ytacoatiara (Piripiri – PI); Arbitragem: Edimar da Silva Leite, auxiliado por Alisson Lima Damasceno e Antônio Sergio de Sousa Araújo.

Renda: R$ 950,00 com 139 pagantes (80 não pagantes).

Público total: 219 torcedores.

Gols: Tiaguinho 38 do 1° tempo; Caio Acaraú 8 e William 12 do 2°.

Cartões amarelos: Lucas (ALT), Danilo, Fred, Caio Acaraú, Didi e Ítalo, que estava no banco de reservas (FLA).

Altos –  Rodrigo Ramos; Júlio Ferrari, Lucas, Leandro Amorim (André Bahia) e Tiaguinho; Max Carrasco, Netinho e Alex Mineiro (Echeverria); Jânio Daniel (Fabinho), Klenisson e Betinho. Técnico: Fernando Tonet.

Flamengo – Robson; Danilo, Índio, Didi (Marcos Gasolina) e Fred; Caio Acaraú, Dalton, Rodrigo e William; Matheus Fornazari (Erinaldo Júnior) e Marquinhos (Ribeiro). Técnico: Paulo Ricardo Moroni.


segunda-feira, 9 de março de 2020

Números atualizados da primeira fase do Piauiense 2020

Timon: após derrota de ontem, situação ficou bem mais complicada (Foto -  Mateus Silva / Prefeitura de Picos).
Depois de mais uma bateria de jogos, mas ainda com a rodada do final de semana por concluir, a primeira fase do Campeonato Piauiense apresenta Altos e Picos nas duas primeiras colocações, ou seja, momentaneamente, como finalistas da competição. Em situação totalmente adversa, porém, Timon vive a iminência de ser rebaixado, situação agravada com os dois jogos que fez na semana, perdendo para Altos e Picos, respectivamente.

E é do 4 de Julho o principal goleador. Com 9 gols, Ted Love vai dando sequência a uma tradição que já é de hábito no time de Piripiri: ter um atleta seu como artilheiro do Campeonato Piauiense. Confira, a seguir, números atualizados da competição.

CLASSIFICAÇÃO DA PRIMEIRA FASE

1° Altos, 18 pontos, 5 vitórias, 8 gols de saldo e 14 gols marcados.
2° Picos, 17 pontos, 5 vitórias, 5 gols de saldo e 11 gols marcados.
3° 4 de Julho, 17 pontos, 4 vitórias, 11 gols de saldo e 17 gols marcados.
4° Parnahyba, 16 pontos, 4 vitórias, 3 gols de saldo e 12 gols marcados.
5° Flamengo, 6 pontos, 1 vitória, saldo -5 e 8 gols marcados.
6° River, 5 pontos, 1 vitória, saldo 0 e 8 gols marcados
7° Piauí, 5 pontos, 1 vitória, saldo -7 e 8 gols marcados
8° Timon, 4 pontos, 1 vitória, saldo -15 e 10 gols marcados.

PÚBLICO PAGANTE POR CLUBE

1° 4 de Julho, 728 (6.560 pagantes em 9 jogos).
2° Parnahyba, 713 (6.425 pagantes em 9 jogos).
3° River, 683 (4.782 pagantes em 7 jogos).
4° Picos, 635 (5.086 pagantes em 8 jogos).
5° Timon, 508 (4.573 pagantes em 9 jogos).
6° Altos, 467 (3.738 pagantes em 8 jogos).
7° Flamengo, 414 (3.314 pagantes em 8 jogos).
8° Piauí, 313 (2.504 pagantes em 8 jogos).

PÚBLICO PAGANTE COMO MANDANTE

1° Parnahyba, 1.074 (5.374 pagantes em 5 jogos).
2° 4 de Julho, 988 (3.954 pagantes em 4 jogos).
3° Picos, 761 (3.808 pagantes em 5 jogos).
4° River, 571 (1.713 pagantes em 3 jogos).
5° Altos, 327 (1.309 pagantes em 4 jogos).
6° Timon, 234 (1.172 pagantes em 5 jogos)
7° Flamengo, 205 (822 pagantes em 4 jogos).
8° Piauí, 164 (493 pagantes em 3 jogos).

PÚBLICO PAGANTE POR CIDADES

1° Parnaíba, 1.074 (5.374 pagantes em 5 jogos).
2° Piripiri, 963 (3.854 pagantes em 4 jogos)
3° Picos, 761 (3.808 pagantes em 5 jogos).
4° Altos, 345 (1.037 pagantes em 3 jogos).
5° Teresina, 262 (4.200 pagantes em 16 jogos).

ARTILHEIROS

9 gols – Ted Love (4 de Julho).

4 gols – Juninho Arcanjo (Parnahyba), Raphael Freitas e Sassá (Picos).

3 gols – Ricardo Sena (4 de Julho), Jânio Daniel (Altos), Genildo (Parnahyba), Levi (Piauí) e Tonhão (Timon).

2 gols – Ítalo Picapau (4 de Julho), Leandro Amorim, Betinho, Alex Mineiro (Altos), Marcos Gasolina, Índio Pernambucano (Flamengo), Matheus Guedes (Piauí), Pedro Henrique (Picos), Romário (River) e Gleyson (Timon).

1 gol – Daniel, Maycon Douglas, Diguinho (4J), Klenisson, Tiaguinho, Rivaldo, Netinho (Altos), Dalton, Matheus Fornazari, Caio Acaraú, Lucas Bacelar (Flamengo), Alexandre, Renan, Sukita, Ciro Sena (Parnahyba), Pitombeira, Zezinho, Daniel (Piauí), Eder Guerreiro, Eduardo, Bismarck, Jean Natal, Emerson, Cris Maranhense, Érico Júnior (River), Denis, Fernandinho, Matheus, Natan e Wederson (Timon).

MARCADO CONTRA

1 gol – Vitor Recife (4 de Julho, em favor do Altos) e Leandro Amorim (Altos, em favor do Parnahyba).

GOLEIROS COM MELHOR APROVEITAMENTO 

0 gol – Antônio João (Parnahyba) – nenhum gol em 1 jogo.

0,66 – Jaílson (4 de Julho) – 6 gols em 9 jogos – e Tom (Picos) – 4 gols em 6 jogos.

0,75 – Rodrigo Ramos (Altos) – 6 gols em 8 jogos.

1 gol – Andrey (Picos) e Flávio Henrique (River) – 2 gols em 2 jogos.

1,20 - Dida (Parnahyba) e Mondragon (River) – 6 gols em 5 jogos.

1,50 – Robson (Flamengo) – 6 gols em 4 jogos - e Pesão (Parnahyba) – 3 gols em 2 jogos.

1,75 – João Manoel (Flamengo) - 7 gols em 4 jogos.

1,87 – Chicão (Piauí) – 15 gols em 8 jogos.

2 gols – Lucas (Timon) – 6 gols em 3 jogos.

3,16 – Flávio (Timon) – 19 gols em 6 jogos.

ESTÁDIOS UTILIZADOS

14 jogos – Lindolfo Monteiro (Teresina)..
5 jogos – Helvídio Nunes (Picos) e Pedro Alelaf (Parnaíba).
4 jogos - Ytacoatiara (Piripiri).
3 jogos - Felipe Raulino (Altos).
2 jogos - Albertão (Teresina).

ARBITRAGENS

6 jogos – Antônio Dib Moraes de Sousa, Antônio José Lopes Trindade de Sousa e Jardiel da Rocha Soares.
5 jogos - Diego da Silva Castro.
4 jogos - Ideilon Helton Alves Lima.
3 jogos – Edimar da Silva Leite.
2 jogos – Antônio Francisco Cordeiro de Paula.
1 jogo – Djalma Alves de Lima Filho.

ASSISTENTES

8 jogos – Márcio Iglesias Araújo Silva.
7 jogos - Raimundo David dos Reis Alves.
6 jogos – Alisson Lima Damasceno e Janystony Rabelo de Melo.
5 jogos – Mauro Cezar Evangelista de Sousa e Rogério de Oliveira Braga.
4 jogos – André da Silva Andrade, Antônio Sergio de Sousa Araújo e Andowilson da Silva Araújo.
3 jogos – Arnaldo Araújo Santos e Zilvano de Oliveira Costa e Ozeas de Sousa dos Santos.
2 jogos – Izaura de Sousa e Silva, Thalyson Alves Sampaio, Maura Cunha Costa e Wanderson dos Santos Lima.

ATAQUES

17 gols – 4 de Julho.
14 gols – Altos.
12 gols - Parnahyba.
11 gols – Picos.
10 gols – Timon.
8 gols - Flamengo, Piauí e River.

DEFESAS

6 gols – 4 de Julho, Altos e Picos.
8 gols – River.
9 gols – Parnahyba.
13 gols – Flamengo.
15 gols - Piauí.
25 gols – Timon.

ATLETAS EXPULSOS

1 jogo – Edinaldo (4 de Julho), Xilú, Leandro Amorim (Altos), Marcos Gasolina, Rian, Eduardo, Correia (Flamengo), Sorín (Parnahyba), Levi (Piauí), Fagner, Hugo Freitas, Marquinhos (Picos), Cris Maranhense, Lucas Brasil (River), Jorge, Oséias, Tonhão e Matheus (Timon).

MARCAS HISTÓRICAS

1° gol – Eduardo (River), no jogo Picos 2x1 River, em 17/01/2020.
50° gol – Tonhão (Timon), no jogo Timon 3x1 Piauí, em 17/02/2020.

GOLS MAIS RÁPIDOS

3 min – Levi (Piauí), no jogo Flamengo 2x3 Piauí, em 26/02/2020.
3 min – Betinho (Altos), no jogo Timon 1x4 Altos, em 05/03/2020.
4 min – Ítalo Picapau (4 de Julho), no jogo Flamengo 0x3 4 de Julho, em 10/02/2020.
5 min – Alex Mineiro (Altos), no jogo Flamengo 0x2 Altos, em 23/01/2020.

TÉCNICOS QUE MAIS VENCERAM

5 jogos – Fernando Tonet (Altos) e Adelmo Soares de Brito (Picos).
4 jogos – Emanoel Sacramento (4 de Julho) e Wallace Lemos (Parnanyba).
1 jogo - Paulo Moroni (Flamengo), Kennedy Gomes (Piauí), Marcelo Vilar (River) e Luiz Miguel (Timon).

TÉCNICOS QUE MAIS PERDERAM

4 jogos – Paulo Moroni (Flamengo), Kennedy Gomes (Piauí) e Nivaldo Lancuna (Timon).
2 jogos - Márcio Goiano, Marcelo Villar (River) e Luiz Miguel (Timon).
1 jogo – Jorge Bugre, Wallace Lemos (Parnahyba), Adelmo Soares de Brito (Picos), Marcus Amoroso e Péricles Veloso (Timon).


domingo, 8 de março de 2020

Altos reassume a liderança com vitória diante do River

Altos e River fizeram um bom jogo no Yacoatiara. O Jacaré levou a melhor e volta novamente  à liderança (Foto - Luís Júnior / AAA).
Em jogo adiado da quinta rodada e disputado no Estádio Ytacoatiara, na cidade de Piripiri, na tarde deste domingo (08), a equipe do Altos derrotou o River pelo placar mínimo, reassumindo a liderança da primeira fase do Campeonato Piauiense e deixando a situação do Galo cada vez mais complicada. 

O fato de Altos e River atuarem na ciade de Piriripi deve-se ao estado do gramado do Felipe Raulino, em Altos, bastante prejudicado com as últimas chuvas. A diretoria do campeão piauiense achou por bem realizar seu compromisso no Ytacoatiara, que, ressalte-se, ficou muito bom após a reforma.

O único gol da partida foi assinalado por Netinho, em chute de fora da área, depois de falha do setor defensivo tricolor ao perder uma bola dentro de seu campo. Com a vitória desta tarde, Altos volta a ser o líder da competição, mantendo-se como virtual finalista para buscar o bicampeonato. 

FICHA TÉCNICA

ALTOS 1x0 RIVER (Campeonato Piauiense de Futebol da 1ª Divisão de Profissionais – 1ª fase – Jogo adiado da 5ª rodada); Data: 08/03/2020 (domingo à tarde); Local: Estádio Ytacoatiara (Piripiri – PI); Arbitragem: Jardiel da Rocha Soares, auxiliado por Márcio Iglésias Araújo Silva e Ozeas de Sousa dos Santos.

Renda: R$ 3.160,00 com 272 pagantes (130 não pagantes).

Público total: 402 torcedores.

Gol: Netinho 33 do 2° tempo.

Cartões amarelos: Raphael Carioca (ALT) e Cris (RIV).

Altos – Rodrigo Ramos; Júlio Ferrari (Gean), Lucas, Leandro Amorim e Tiaguinho; Max Carrasco, Netinho e Alex Mineiro; Jânio Daniel (Raphael Carioca), Betinho e Xilu (Fabinho). Técnico: Fernando Tonet.

River – Mondragon; Carlos Henrique, Cris, Wagner Silva e Mateus Muller; Ronald (Gustavo Henrique), Érico Júnior, Emerson e Bismarck; Valdo Bacabal (Biro Biro) e Matheus Lira (Romário). Técnico: Marcelo Vilar e Lima Lopes.