quarta-feira, 10 de abril de 2013

Santos vai jogar pela quarta vez no Estádio Albertão

Este foi o Santos do único jogo oficial no Estádio Albertão: 2 a 0 sobre o Piauí, em 1986, com 2 gols de Dino, o segundo agchado.
Quando a bola rolar para o jogo Flamengo x Santos, hoje (10) à noite, pela Copa do Brasil, será a quarta vez em que o time da Vila Belmiro estará atuando na capital piauiense. E a segunda em que terá o Flamengo como adversário. Em sua história centenária, o Santos fez dois amistosos e uma partida oficial no Estádio Albertão.

A primeira vez que o Santos desembarcou em Teresina ocorreu em 1971, mas o jogo não foi realizado. Na oportunidade, faria um amistoso contra o Flamengo, bicampeão piauiense. O contrato exigia a presença de Pelé, mas o Rei do Futebol não veio e o governador Alberto Silva, que bancava a vinda da equpe paulista ao Piauí, cancelou o amistoso. Todos os ingressos já estavam vendidos para o primeiro jogo de Pelé em gramados piauienses, que seria realizado no Estádio Lindolfo Monteiro, no dia 04 de novembro de 1971.

A possibilidade de ver o Santos de Pelé ficou restrita a um possível confronto do Santos contra o Tiradentes, pelo Campeonato Brasileiro. Todavia, nas duas temporadas em que o time piauiense jogouo e Pelé ainda estava em atividade, o Santos sempre ficou em grupo diferente do qual se encontrava o Tiradentes.

Foi preciso um outro amistoso contra o Flamengo para que o Santos jogasse pela primeira vez para o torcedor piauiense. Ocorreu em 1976, quando Tata, hoje auxiliar técnico de Muricy Ramalho, era atacante da equipe santista. O Santos venceu por 4 a 2, de virada. O jogo foi comemorativo ao 39° aniversário de fundação do Esporte Clube Flamengo.

Dez anos depois, o único jogo oficial do Santos na capital piauiense, pelo Campeonato Brasileiro. Venceu o Piauí por 2 a 0, com dois gols de Dino - o baiano Raimundinjho - numa época em que a principal atração da equpe era o goleiro uruguaio Rodolfo Rodriguez. Outro nome conhecido daquele time era o volante Dunga que, oito anos depois, seria campeão do mundo com a Seleção Brasileira, na Copa dos Estados Unidos.

Na sua terceira exibição para o público piauiense, o Santos fo derrotado pelo Vasco da Gama, em jogo de caráter amistoso, disputado em 2010. Na ocasião, ambos vieram com time misto e provocaram muita empolgação entre os torcedores piauienses.

 O SANTOS NO PIAUÍ

FLAMENGO 2x4 SANTOS (Amistoso); Data: 08/12/1976 (quarta-feira à tarde); Local: Albertão (Teresina); Arbitragem: Artur Braz, auxiliado paor Luiz Antônio Caminha Veloso e Paulo César Eckhardt (todos do Piauí).

Renda: Cr$ 84.065,00 com 10.116 pagantes.

Gols: Israel (cabeça) 31 do 1° tempo; Jorginho (cabeça) 8, Ailton Lira 15, Ailton Lira 26, Julinho 31 e Jorginho 41 do 2° tempo.

Flamengo – Wander; Dema, Jorge Luiz (Wagner), Antônio Carlos e Vidal; Augusto, Décio Costa (Antônio Carlos II) e Gringo; Dote, Jorginho e Israel. Técnico: José Ronaib de Oliveira.

Santos – Wilson  (Pedrinho); Fernando, Ailton Santos, Edson e Almeida; Neto (Bianchi), Zé Mário e Ailton Lira; Nilton Batata (Juari), Tata (Jorginho Maravilha) e Julinho (Edmundo). Técnico: Zé Duarte.

PIAUÍ 0x2 SANTOS (Campeonato Brasileiro – Série A – 1ª Fase – 11ª rodada – Grupo C); Data: 05/10/1986 (domingo à tarde); Local: Albertão (Teresina); Arbitragem: Josenil dos Santos Sousa, auxiliado por Sérgio Henrique de Carvalho Faray e Alfredo da Silva (todos do Maranhão).

Renda: Cr$ 45.050,00 com 3.168 pagantes.

Gols: Dino 45 do 1° tempo; Dino 25 do 2°.

Cartões amarelos: Ivo, Santim, Sabará e Gilmar.

Piauí – Batista; Marcos, Sansão, Ivo e Zezé (Roberto Galotti); Toreca, Chicão e Sima; Aníbal, Sabará e Gil Mineiro (Vitor). Técnico: Djalma Cavalcante.

Santos – Rodolfo Rodrigues; Ijuí, Nildo, Pedro Paulo e Gilmar; Santim (Serginho Dourado), Dunga e Ribamar; Juninho, Dino e Antônio Carlos. Técnico: Francisco Ferreira de Aguiar (Formiga).

VASCO DA GAMA 1x0 SANTOS (Amistoso); Data: 17/11/2010 (quarta-feira à noite); Local: Albertão (Teresina); Arbitragem: Afonso Amorim de Sousa, auxiliado por Francisco Pereira de Lima Júnior e Rogério de Oliveira Braga (todos do Piauí).
Renda e público: não divulgados.

Gol: Rafael Coelho 39 do 1° tempo.

Expulsão: Zezinho, aos 39 do 2°, por jogo violento.

Vasco da Gama - Tiago; Jadson Viera, Fernando (Douglas) e Titi; Ari, Romulo, Allan, Fumagalli (Caíque) e Carlinhos; Rafael Coelho (Diego Rosa) e Nunes (Patric). Técnico: Acácio Cordeiro Barreto.

Santos - Rafael; Danilo, Vinicius Simon, Bruno Aguiar e Alex Sandro (Maranhão); Roberto Brum, Rodrigo Possebon (Zezinho), Felipe Anderson (Moisés) e Alan Patrick (Breitner); Madson e Keirrison. Técnico: Marcelo Martelotte.

3 comentários:

  1. Buim, no programa Bate Bola 1 edicao da ESPN Brasil, um jornalista que nao me recordo, disse que Santos nao jogou em 71 pq o governador nao pagou o cache do time, meu pai que vivia a cena do futebol local deu a mesma justificativa do blog, que o time nao jogou pela ausência do Pelé. Dessa forma, gostaria de saber se a informaçao do jornalista da ESPN tem sentido.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Prezado Carlos Roberto. A versão dada pelo jornalista da ESPN Brasil é absurda, mentirosa mesmo. O que houve é que o Governo do Estado contratou o Santos com Pelé, e o time da Vila Belmiro desembarcou em Teresina sem Pelé.
      Os dirigentes do Santos ainda propuseram a redução da cota, mas o governador Alberto Silva foi incisivo: "sem Pelé não tem jogo". E foi por isso que o Santos voltou para São Paulo sem fazer o amistoso contra o Flamengo do Piauí, então programado para a noite de 04 de novembro de 1971. É isso. No mais, um abraço.

      Excluir